Posts

Os principais desafios da liderança das organizações

Assumir a liderança é uma meta em comum para a maioria dos profissionais. Mas o que muitos não percebem é que são diversos os desafios da liderança. Junto com a gratificação do cargo, também vêm muitas dificuldades.

 

A liderança é um grande passo para um profissional, e estar preparado para traçar essa jornada com resiliência também faz parte das competências de um bom líder. Para isso, desenvolver a liderança é fundamental para uma organização.

 

Mas como identificar os principais desafios da liderança e trabalhá-los a favor da sua empresa? Neste artigo, compartilho alguns caminhos possíveis para superar as dificuldades da liderança e criar comportamentos de um verdadeiro líder. 

 

Quais são os principais desafios da liderança?

Quando falamos em liderança, uma coisa é certa: o papel do líder é fundamental para os resultados da organização. E, por isso, também é certo que o trabalho do líder não é nada fácil. Tirar planos do papel e fazer acontecer é uma grande responsabilidade!

 

Nessa jornada, muitos líderes, sejam novatos ou de longa data, cometem erros que comprometem a perenidade da organização. Esses gaps surgem especialmente a partir de comportamentos do dia a dia. E alguns dos principais são:

 

  • Alto foco em tarefas e baixo foco em desenvolver pessoas;
  • Falta de transparência e de relações de confiança;
  • Dificuldade em alinhar a equipe às estratégias da organização;
  • Centralização de processos e tarefas;
  • Baixa atenção ao engajamento e motivação da equipe.

 

Essas práticas são muito comuns em líderes de qualquer segmento e, por menores que possam parecer, podem comprometer a empresa de diversas formas. Uma liderança onde predominam esses comportamentos, apresenta: 

 

Turnover, falta de engajamento, hipercompetitividade, falta de alcance de resultados, retrabalho, centralização, falta de autonomia, entre outros problemas que afetam a produtividade e segurança psicológica dos colaboradores.

 

E a lista só aumenta! A longo prazo, ambientes de trabalho com essas características se tornam tóxicos e comprometem o desenvolvimento de pessoas e o crescimento da sua organização. 

 

Quais os comportamentos de um bom líder?

Em um cenário onde as coisas mudam a todo momento, um bom líder é o que se mantém firme diante das adversidades. E, para isso, comportamentos inadequados devem ser transformados.

 

Algumas questões podem ajudar a refletir sobre a liderança da sua organização. Então, procure compreender se o líder:

 

  • Empodera as pessoas para tomarem decisões;
  • Costuma dar feedbacks constantes aos liderados;
  • Tem em mente qual o seu propósito como líder;
  • Valoriza o erro inédito para a aprendizagem;
  • Demonstra-se disponível para ouvir as pessoas.

 

Seguindo os exemplos de gaps trazidos anteriormente, um líder verdadeiramente preparado e alinhado às estratégias do negócio tem como boas práticas:

 

  1. Criar sucessores para garantir a perenidade da organização;
  2. Dar e receber feedbacks constantes, fortalecendo a relação entre a equipe;
  3. Ter senso de propósito e mobilizar a equipe para um objetivo em comum;
  4. Desenvolver pessoas e dar autonomia;
  5. Inspirar pessoas e motivá-las em seus trabalhos.

 

Então, além de identificar os desafios, é preciso tomar atitudes para que a liderança seja a impulsionadora do negócio e não o contrário. Afinal, verdadeiros líderes são aqueles capazes de mobilizar times para um objetivo em comum, inspirar e encorajar pessoas. 

 

Construa uma liderança de alta performance!

Embora algumas pessoas acreditem que liderar é um dom, acredito que vai além disso. Liderar é uma escolha diária, e ter conhecimento de suas falhas é essencial para se desenvolver e se tornar um líder melhor. 

 

É importante ter em mente que a liderança não é técnica, mas sim comportamental. Os profissionais do futuro são os que entendem que se adaptar é a melhor maneira de enfrentar os desafios.

 

Por isso, recentemente, realizei uma palestra com meus sócios, Paulo Alvarenga (P.A.) e Renato Curi, sobre Como criar uma Cultura de Liderança de Alta Performance. Afinal, uma cultura forte é capaz de guiar seus líderes para que performem bem e alinhados às estratégias.

 

Então, se você quer não apenas identificar os principais desafios da liderança, mas agir para superá-los, transformando a sua organização por meio de uma cultura de liderança forte, clique aqui e assista gratuitamente ao conteúdo!

 

Por Arthur Diniz, CEO e fundador da Crescimentum

Por que você deve se tornar um líder coach?

Por Dan Porto, sócio-diretor e head de Coaching da Crescimentum

 

Você conhece os benefícios de ser um líder coach que desenvolve as pessoas? Hoje, muitas são as reflexões sobre como ser um líder eficaz, engajado e que, muito além de liderar, deixa um legado na vida de seus liderados.

 

Essa necessidade de aprimorar a liderança tem total correlação com a complexidade do cenário atual e o líder coach é peça-chave para as organizações que desejam melhorar sua performance de forma surpreendente.

 

Talvez você ainda não tenha percebido, mas as transformações na forma de se comunicar, pensar e agir exigem um pensamento diferenciado sobre como atingir resultados por meio de indivíduos.

 

O mundo e as pessoas mudaram e você não deve ignorar isso. É nesse momento que pensar em Coaching de Liderança se torna primordial. O que um líder precisa ter para reagir ou tirar proveito desse contexto?

A liderança no mundo VUCA

Primeiramente, devemos assumir um fato: vivemos em tempos voláteis. Tempos em que a incerteza deve ser levada em conta na tomada de decisões.

 

Em outras palavras, isso significa dizer que quem não aprende a se reinventar pode acabar estagnado na dinâmica do mercado atual.

 

O mundo moderno, globalizado e contemporâneo é pautado pela inconstância. A volatilidade passou a ser categoria predominante e intrínseca na forma como vemos e vivenciamos o mundo.

 

A velocidade do mercado é outra e, foi nesse contexto, que o termo VUCA surgiu. A volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade mudam o mindset tradicional de pessoas e mercados.

 

Mas por que falar sobre isso em um artigo sobre o líder coach?

 

Simplesmente porque ser um verdadeiro líder envolve abraçar esse cenário de incerteza, encarando a vulnerabilidade como algo intrínseco para a construção de um cenário exponencial e buscando por inovações.

 

A liderança no mundo VUCA está atrelada às palavras propósito, reinvenção e desenvolvimento. Para começar a mudar o seu mindset, é preciso se perguntar:

 

O que eu posso fazer para que minha equipe atinja resultados, pessoais e profissionais, extraordinários? Que marca eu desejo deixar no mundo?

 O que um líder coach tem?

É nesse sentido que o Coaching de Liderança deve ser visto não como um diferencial, mas sim enquanto um pré-requisito no mundo corporativo.

 

As pessoas estão, a cada dia, buscando mais por grandes líderes e menos por chefes tradicionais. E o Coaching voltado para a formação de líderes fomenta a criação de visões diferenciadas sobre como lidar, motivar, desenvolver e nortear uma equipe.

 

Um líder coach desenvolve competências como:

  • Construção de relações de confiança;
  • Liderança por missão, visão e valores;
  • Alinhamento de expectativas;
  • Comunicação personalizada de acordo com perfis;
  • Criação de uma cultura de feedback;
  • Empoderamento da equipe;
  • Escuta ativa e perguntas poderosas de Coaching;
  • Incentivo à autonomia.

 

Mesmo sem ir a fundo em cada uma dessas competências, percebe-se que o líder coach não é apenas aquele que direciona e desenvolve pessoas.

 

É quem tem clara a sua missão, visão e valores para, assim, ajudar a sua equipe a encontrar seu propósito pessoal. Quem tem isso bem alinhado consegue ter resiliência diante das instabilidades e inspirar um time motivado, engajado e com entregas surpreendentes.

 Você é o líder que gostaria?

O líder coach constrói uma visão de futuro atrativa para a equipe e consegue motivá-los a irem juntos até lá.

 

Quer se desenvolver para levar sua equipe e organização para outro nível? Não deixe de participar da próxima turma da nossa Formação em Coaching de Liderança!